Decreto Nº 11/2020: Reabertura gradual das missas e Projeto Diocesano Formação dos Discípulos Missionários em tempo de Covid: Quem Ama Cuida

MAIS NOTÍCIAS

BAIXE AQUI O DECRETO EM PDF

Desde o dia 20 de março de 2020, a Diocese de Grajaú celebra sem a presença dos fiéis; as Igrejas sempre permaneceram abertas como espaço de acolhida e oração, vivendo este tempo do distanciamento social.

No Decreto de Nº 11/2020, para reabertura gradual das missas e atividades com presença dos fiéis, o bispo diocesano de Grajaú, Dom Rubival Cabral Brito, afirma que não estamos sozinhos, por isso, e assim, sempre é tempo da graça do Senhor.

Leia também:

DECRETO Nº 10/2020: Um tempo de misericórdia especial em nossa Diocese de Grajaú
DECRETO Nº 09/2020: Novas determinações em vista da pandemia do Coronavírus (COVID-19)
DECRETO Nº 08/2020: Determinações em vista da pandemia do Coronavírus (COVID-19)

Disse que nos últimos dias a diocese intensificou o exercício sinodal da escuta através dos Vicariatos, Comité Diocesano para este tempo de Pandemia, consultas a vários profissionais de diversas áreas, clero, Vida Religiosa Consagrada, levando sempre em consideração a complexa conjuntura da realidade, as Orientações da OMS, CNBB Nacional e Regional NE 5, a Portaria da Casa Civil, nº 38  de 10/06/2020, do Governo do Estado do Maranhão e os decretos municipais.

Por isso, por meio deste decreto, a Diocese de Grajaú buscar viabilizar com maior empenho e dedicação a implementação e realização do Projeto Diocesano Formação dos Discípulos Missionários em tempo de Covid: Quem Ama Cuida, que será executada em sete etapas até o dia 30 de dezembro de 2020.

Até o dia 31 será o momento para preparar os espaços para acolhimento dos fiéis; no mês de agosto acontecerá a Formação dos Discípulos Missionários, com encontros específicos com cada comunidade, pastoral, movimento, grupo, funcionários e voluntários. De 01 a 30 de setembro inicia a reabertura gradual com a presença de 30% dos fiéis na Igreja Matriz 30% das paróquias e áreas pastorais. Sobre a celebração das Exéquias, fica por proibido tempo indeterminado levar o caixão na Igreja, e no outubro inicia a quarta etapa com a reabertura de 50% de participação dos fiéis; nesta etapa haverá as celebrações do Batismo, Casamento, Crisma e os Festejos sem procissões e parte social, podendo acontecer através de Delivery e Drive THRU.

Leia na íntegra o decreto.


DOM FREI RUBIVAL CABRAL BRITTO OFMCAP,

por mercê de Deus e da Santa Sé Apostólica

BISPO DIOCESANO DE GRAJAÚ

Vivemos em tempos desafiadores, neste tempo de Pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Estamos caminhando experimentando a presença do Ressuscitado no meio de nós. Não estamos sozinhos! Por isso, e assim, sempre é tempo da graça do Senhor.  Desde o dia 20 de Março de 2020, estamos celebrando sem a presença dos fiéis em nossas celebrações, as Igrejas permaneceram sempre abertas como espaço de acolhida e oração, vivendo este tempo do distanciamento social. Percebi e reconheço que nenhuma Paróquia ficou no imobilismo, mas que cada respectivo padre, como zelosos pastores, procuraram manter viva a fé, a esperança e promover a caridade entre os fiéis sob suas responsabilidades, lançando-se, sem medo, com seriedade e comprometimento, responder aos desafios atuais. Reconheço com gratidão e louvor a Deus a grande colaboração dos fiéis leigos e leigas, da Vida Religiosa Consagrada e, especialmente, os agentes da PASCOM de nossa Diocese, pela dedicação, empenho, criatividade, sacrifícios para fazer chegar à boa notícia do evangelho através das redes sociais.

Nestes últimos dias intensificamos o exercício sinodal da escuta através dos Vicariatos, Comité Diocesano para este tempo de Pandemia, consultas a vários profissionais da área da Saúde, especialistas, infectologistas, assistentes sociais, psicopedagogas, psicólogos, clero, Vida Religiosa Consagrada, levando em consideração nossa complexa conjuntura, as Orientações da OMS, CNBB Nacional e Regional NE 5, a Portaria da Casa Civil, nº 38  de 10/06/2020, do Governo do Estado do Maranhão, particularmente o Anexo, “Protocolo Especifico de medidas sanitárias segmentadas, Organizações Religiosas” e os decretos municipais, considerando que a vida humana é um dom que precisamos cuidar, defender, amparar, proteger, desde a concepção até o último momento de sua existência, por amor ao Rebanho que se encontra nesta porção do Povo de Deus na Diocese de Grajaú, buscando o bem e a salvação das almas, neste tempo de COVID 19, participando do sofrimento e do desejo dos nossos fiéis,

DETERMINO,

1. Estejam as Igrejas abertas e bem higienizadas em todos os seus compartimentos, bem sinalizada com indicadores de lugares, observando o distanciamento de dois metros de distância entre os assentos, dando prioridade, se possível, aos espaços abertos;

2. Uso obrigatório e correto de máscaras em todos os seus encontros e celebrações;

3. Água e sabão renovável e Álcool em Gel em todas Igrejas, Capelas, Secretarias, espaços prestadores de serviços da Diocese para uma correta higienização;

4. Acolhida fraterna com orientação (uso de máscara e higienização das mãos, sem contatos físicos); Acompanhamento dos fiéis para que mantenham o distanciamento

5. Número pequeno de colaboradores no presbitério respeitando o distanciamento; realizar o recolhimento das ofertas no fim da missa;

6. Conforme o Cânone 1248, parágrafo 2 do Código de Direito Canônico, dispensamos do preceito da Santa Missa Dominical os idosos, as gestantes e as pessoas em situação de risco de saúde; estas se unam espiritualmente à participação do Sacrifício Eucarístico pelos diversos meios de comunicação social, que o transmitirão, fazendo o Circulo Bíblico, recitando o terço. Quando optar em participar, escolher os dias da semana que a frequência é menor;

7. Os Sacerdotes, as Religiosas, os Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística, assistam como prioridade o cuidado, das pessoas idosas, os enfermos, os profissionais da área de saúde, especialmente os que acompanham os pacientes de COVID 19, com os devidos cuidados sanitários;

8. Havendo necessidade diversifiquem os horários de missas dominicais para oportunizar a participação dos fiéis nas assembleias respeitando o Protocolo Diocesano para Formação de Discípulos Missionários em tempo de Pandemia;

9. Permanecem as orientações do protocolo nº 06/2020 de 28/02/2020, a saber: omitir o abraço da paz; não dar as mãos durante a oração do Pai Nosso; distribuir a sagrada comunhão apenas sob uma espécie e diretamente nas mãos, diante do ministro (a);

10. Seguir as orientações da CNBB para a celebrações Comunitária no contexto da pandemia de 21.05.2020, especialmente a letra B) durante as missas e celebrações ; C) depois da missa e demais celebrações; D) outra celebrações atividades pastorais; cabendo ao sacerdote bem orientar, cuidar para que os fiéis sejam bem informados de todos os processos para melhor vivenciar;

11. Viabilizar com maior empenho e dedicação a implementação e realização do Projeto Diocesano Formação dos Discípulos Missionários em tempo de Covid: Quem Ama Cuida, a saber: 

Primeira Etapa: de 14 a 31/07: Pedagogia do Processo: CUIDAR em tempo de pandemia: Preparar os espaços: Higienização das Igrejas, Capelas das comunidades urbana e rural; personalizar os assentos (indicativo), organizar e priorizar possíveis áreas abertas para celebrações, sacristia, banheiros, Salão Paroquial, Secretaria, Lavabos, Totem de Álcool em Gel… 

Segunda Etapa: de 01 a 30 de agosto: Formação dos Discípulos Missionários: formação, conscientização, rotinas, internalização de valores com todos os envolvidos no processo (encontros específicos com cada comunidade, pastoral, movimento, grupo, funcionários e voluntários). Com ajuda de profissionais e temas transversais; 

* 31 de agosto: Missa Crismal: Paróquia Santa Cruz, às 10:30 Celebração da Eucaristia (Protocolo próprio para participar); 

Terceira Etapa: de 01 a 30 de setembro: Reabertura Gradual (Matriz 30%); Celebrações com as Pastorais, Grupos, Movimentos, Comunidades. Celebração das Exéquias fica por tempo indeterminado proibido levar o caixão na Igreja. Poder ser realizado em casa, lugares apropriados, capela do cemitério, velatórios; 

Quarta Etapa: de 01 de outubro a 31 de dezembro 2020: Reabertura com 50% de participação dos fiéis; Celebração do Batismo, Casamento, Crisma; Os Festejos acontecerão sem Procissões e sem o festejo Social podendo acontecer através de Delivery e Drive THRU; e realização das Reuniões presenciais das Pastorais, Movimentos, Grupos;

Quinta Etapa: Realização das Assembleias dos Vicariatos em novembro:

  1. Vicariato São João: 13/11

2. Vicariato São Marços: 14/11

3. Vicariato São Mateus: 20/11

4. Vicariato São Lucas: 21/11

Sexta Etapa: Realização das Assembleias nas Paroquias e Áreas Pastorais: de 01 a 15 de dezembro; enviando o relatório para o Secretariado de Pastoral Diocesano até dia 18/12/20.

Sétima Etapa: Envio do Cronograma Diocesano até dia 23.12.20.

No Horizonte de nosso caminhar como Discípulos Missionários temos um bonito processo, um caminho a ser percorrido com grandes desafios… Exigirá de todos espírito de parceria, partilha, escuta, discernimento, avanços e retrocessos, se for necessário… Não temos receitas… Carregamos a certeza de que precisamos caminhar como discípulos missionários em processo sinodal.

Dado e passado na Cúria Diocesana, na Episcopal Cidade de Grajaú, no terceiro ano de nosso Pastoreio. Grajaú, 14 de julho de 2020.

 

Dom Frei Rubival Cabral Britto OFMCap.

Bispo Diocesano de Grajaú

 

Ir. Maria Clara Nascimento Santana

Chanceler

Notícias recomendadas

Comentários

Publicidade

MAIS LIDAS

Sobre o acidente com Dom Franco Cuter

A Diocese de Grajaú por meio do seu Bispo Diocesano, Dom Rubival Cabral Britto, comunica que Dom Franco Cuter, Bispo Emérito de Grajaú, encontra-se...

Dom Tarcisio Sebastião Batista Lopes

Dom Tarcísio nasceu em São João del Reis –MG- no dia 18 de janeiro de 1938. Ingressou na província dos frades capuchinhos de Minas...
X