Quem ama, cuida. É tempo de cuidar!”, solidariedade da Diocese de Grajaú em parceria com a REPAM-Brasil

0
22

266 famílias dos Povos Indígenas Canela, da Aldeia Porquinho, no município de Fernando Falcão, Estado do Maranhão, receberam como gesto missionário da Diocese de Grajaú por meio das Obras Missionárias “Frei Alberto Beretta”, e da Pastoral Indigenista Diocesana, em parceria com Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM-Brasil), 6 mil quilos de alimentos e material de higienização.

A ação solidária neste tempo de pandemia do novo coronavírus, soma-se as inúmeras iniciativas em defesa destes nossos irmãos e da nossa Casa Comum.

Dom Rubival Cabral Britto, bispo diocesano de Grajaú agradeceu a REPAM-Brasil, por tornar possível a solidariedade aos irmãos indígenas. “Como discípulos missionários do Senhor, somos convidados a atualizar seus gestos, que ver, tem compaixão, e cuida; a solidariedade é a expressão de quem ama, pois liberta o coração atrofiado do egoísmo, e da indiferença. A Diocese de Grajaú, em parceria com a REPAM-Brasil, tornou possível ir ao encontro dos nossos parentes Canela da Aldeia Porquinho, e expressar os gestos de Jesus. Agradecemos de coração pela solidariedade para com os povos desta terra”, disse.