Dom Rubival parabeniza Grajaú pelo seus 206 anos

0
1229

“Salve lindo rincão de esperança. Grajaú de tanta tradição. Viverás sempre em nossa lembrança. Rica pérola do Maranhão”. (Trecho do Hino de Grajaú)

Queridos Grajauenses,

É com grande alegria que me dirijo a vocês, neste dia memorável, quando celebramos os 206 anos de emancipação política, para saudar, numa tão feliz circunstância, que me recebeu de braços abertos por ocasião de minha chegada a esta terra amada, no início de minha missão episcopal.

Duzentos e seis anos já representam uma venerável história; a história de um povo corajoso e alegre que nunca se deixou abater pelas dificuldades, a exemplo de seu santo padroeiro, São José, testemunha fiel da vontade de Deus, homem de fé, zeloso no cuidado da família de Nazaré. Educador de Jesus Cristo, nosso amado Senhor do Bomfim. A história de uma cidade que desde o seu nascimento esteve marcada pela fé. Queridos  Grajauenses: «crê em Deus, e Ele cuidará de ti; endireita os teus caminhos e espera n’Ele. Conserva o seu temor, e n’Ele envelhecerás» (Eclo 2,6)!

O Brasil vive um momento particular de sua história, uma crise ética. Há situações de enorme complexidade nos quais estão envolvidos personagens do cenário político, sem falar da crise econômica que atinge a todos. Como encaminhar mudanças sem o respaldo da sociedade? Propostas de reformas que tocam na Constituição Federal, no sistema previdenciário, na CLT merecem estudo, pesquisa e aprofundamento. Sem diálogo não é possível criar um clima favorável que vise o bem do povo brasileiro.

Diante dos grandes desafios existentes em nossa Cidade, não podemos perder de vista, o horizonte da esperança. O profeta Jeremias diante das ruinas, da destruição da vida e da história do seu povo, anuncia: ‘há uma esperança para teu futuro” Jr. 31,17.  Não podemos ficar “de braços cruzados”, mas abrir os braços, e caminhar na direção do diálogo construtivo, na construção da paz, em busca de soluções ‘para que tenhamos vida e vida digna, abundante para todos’ Jo 10,10.

Na celebração do Ano Mariano Nacional, confiamos o povo Grajauense à intercessão de Nossa Senhora Aparecida! Que ela inspire todos que têm uma responsabilidade, para que procurem soluções dignificadoras que tragam o bem para todos, especialmente os mais pobres, os que vivem na ‘rica pérola do Maranhão’.

Nosso abraço fraterno e copiosas bênçãos pela intercessão materna de Nossa Senhora Aparecida.

Aparecida, SP, 28 de abril de 2017.

 

Dom Rubival Cabral Britto, OFMCap.

Bispo Diocesano de Grajaú