Dom Vilson Basso é nomeado pelo Papa Francisco novo bispo de Imperatriz

0
599

Após nove meses da transferência de Dom Gilberto Pastana para a cidade de Crato, no Ceará, o Administrador diocesano, Padre Francisco Lima, anunciou o nome do novo bispo da diocese de Imperatriz.

O anúncio foi feito em uma coletiva de imprensa, na manhã desta quarta-feira (19), e oficializou Dom Vilson Basso como o bispo da cidade, nomeado para a função pelo próprio Papa Francisco.

Durante a coletiva, o padre Francisco ainda ressaltou a importância já vivida pelo bispo Dom Vilson aqui no Maranhão, entre eles, as ações realizadas na Pastoral da Juventude.

Durante o anúncio, o novo bispo enviou por uma rede social, uma mensagem aos fiéis da cidade. “Caro povo da Diocese de Imperatriz, com humildade disse sim ao chamado que Papa Francisco me fez para ser bispo de Imperatriz. Vou com simplicidade e esperança, tenho rezado por todos vocês e peço a vossa prece para que o senhor me conduza nessa nova missão. A todos envio minha saudação e minha benção,” completou o religioso.

A posse de Dom Vilson Basso está marcada para o dia 10 de junho, na Catedral de Fátima, no Centro da cidade de Imperatriz.

O Bispo já deve presidir as solenidades de Corpus Christi na cidade, a maior da região tocantina, marcada para o dia 15 do mesmo mês.

Conheça o novo bispo

Dom Vilson Basso nasceu em 16 de fevereiro de 1960, em Cinquentenário, município de Tuparendi (RS).

Após os estudos, em sua cidade natal, ingressou na Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus. Formou-se em Estudos Sociais/Filosofia em Brusque, SC e em Teologia, na cidade de Taubaté.

Em 1985 fez a profissão perpétua como religioso e com um mês de ordenado, foi enviado como missionário no Maranhão. Em 1986 e 1987, foi vigário paroquial em Santa Inês e assessor da Pastoral da Juventude na Diocese de Viana.

Logo depois foi vigário paroquial na Paróquia Nossa Senhora da Conceição do Monte Castelo e assessor da Pastoral da Juventude, na Arquidiocese de São Luís (MA).

No ano de 1991, fez curso de especialização em Planejamento Pastoral na Universidad Javeriana de Bogotá e estudou espanhol, e foi assessor da Pastoral da Juventude do Maranhão.

Em 1993, foi pároco na Paróquia São Francisco de Assis, em Alto Alegre do Pindaré.

Entre 1994 e 1998, foi assessor nacional da Pastoral da Juventude. Logo após retornou ao trabalho missionário no Maranhão sendo pároco na Paróquia de Santa Luzia, na cidade de mesmo nome, e coordenador de pastoral da Diocese de Viana.

Foi também pároco e reitor do Santuário Nossa Senhora da Conceição, no Monte Castelo, em São Luís.